Mulheres e Motos - Como escolher seu scooter, motocicleta ou motoneta

Ir em baixo

Mulheres e Motos - Como escolher seu scooter, motocicleta ou motoneta Empty Mulheres e Motos - Como escolher seu scooter, motocicleta ou motoneta

Mensagem por Ctrl-Alt-Del em Ter Maio 21, 2019 11:12 pm

Mulheres e motos – Como escolher seu scooter, motocicleta ou motoneta

Foi-se o tempo que mulheres somente andavam na garupa de scooters e motocicletas. O público feminino hoje é independente e naturalmente faz as próprias escolhas. Tenho grande satisfação ao vê-las cada vez em maior número pilotando motocicletas, scooters e motonetas.

Mulheres e Motos - Como escolher seu scooter, motocicleta ou motoneta 21jnlap

De acordo com os dados do Denatran de 2018. O público feminino em números redondos representa 25% dos cidadãos habilitados para conduzir motociclos, essa participação só tende a crescer. Pois bem, você decidiu comprar uma motoneta, moto ou scooter e tirou a habilitação.

A escolha de um motociclo segue o mesmo princípio da tese do problema econômico de Keynes:

Nossas necessidades são ilimitadas, mas os recursos são limitados.

Ou seja, na vida raramente temos tudo aquilo que desejamos  e queremos. Então temos que adequar as nossas necessidades e desejos inclusive  à nossa condição financeira. Para procurar sermos felizes dentro da realidade que estamos no momento. Nossos desejos tanto podem nos mover ao progresso como também nos colocar em dificuldades no futuro. Portanto, sonhe com o coração, mas mantenha os pés no chão.

Tenha em mente que há três critérios fundamentais para decidir qual tipo de motociclo, estilo e modelo comprar. Portanto, você deveria se perguntar:

1 - Quais são as minhas necessidades de transporte para uso diário e laser? Farei somente percursos em ruas e avenidas, ou precisarei trafegar em vias acima de 90 km/h?

2 - Quanto dinheiro poupado possuo e de quanto dinheiro poderei dispor no futuro para mantê-lo? O que inclui manutenções, taxas, capacete, jaqueta, capa de chuva, acessórios e, uma trava de segurança ou alarme.

3 – Qual é a minha real habilidade e experiência em pilotar motos e ou scooters?

Se você acabou de tirar a CNH categoria A, porém tem pouca vivência com motocicletas ou scooters. Independente de você ter caixa para comprar aquele lindo e fofo maxi-scooter ou uma superpotente motorbike. Seria prudente começares com algo próximo e de acordo com o teu nível de experiência, ou seja, do básico ou próximo dele.
De que adianta teres uma moto que alcança 290 km/h se o limite legal de velocidade em lugar nenhum no Brasil excede 120 km/h?

“Ah mas eu adoro velocidade! Quero andar em track-days.”

Mano testosterona, se tu mal sabes andar de moto. Para sonhar em ser Marc Márquez e Valentino Rossi por um dia, primeiro há de se ter noção dos próprios limites e habilidades. As mulheres são mais racionais e realistas nessas horas.


Guia geral para escolher a tua moto ou scooter

Independente do tipo de motociclo seja ele um scooter, CUB (motoneta), moto utilitária, naked, trail, big trail, cross-over, custom, roadster, touring, esportiva, superesportiva e por aí vai.

Mulheres e Motos - Como escolher seu scooter, motocicleta ou motoneta Vnl636

A racionalidade deveria andar ao lado da realidade do teu bolso e das tuas necessidades essenciais. Por exemplo, faz pouco sentido tu comprares uma moto superesportiva de 1.000 cc para ir todo dia ao trabalho; tendo que atravessar uma cidade repleta de vias congestionadas e percorrendo dezenas de quilômetros sobre uma moto que pese mais de 190 kg e consuma abaixo de 18 km/l e onde não possas ultrapassar 70 km/h, percebes?

Nesta situação citada, menos é mais e mais é menos. Com uma motinha pequena que faça 30 km/l ou mais, tu podes passar em quase qualquer buraco que apareça no trânsito com grande facilidade e com custos mínimos de manutenção.  

Isto posto, atenhamo-nos a ergonomia que um motociclo deva ter. Ou seja, você precisa se sentir bem sobre ela ou ele e avaliar se poderá adaptar-se rapidamente.

Altura do assento –  estando sentada na moto você deverá ser capaz de apoiar os dois pés no chão. Para um iniciante isso faz toda diferença, pois se sentirá mais segura nas situações do dia-a-dia. Os scooters e motos do tipo custom possuem assentos mais baixos. Em motos você monta. Já em scooters você se senta, isso facilita inclusive pilotar por alguns quarteirões usando, por exemplo, um vestido.

A posição de pilotar – em scooters não mas, a imensa maioria das motocicletas permitem ajustar a posição do guidão para frente ou trás para adequá-lo melhor ao teu biotipo. Sente no banco, apoie os pés e segure o guidão perceba se a moto lhe faz sentir confortável ou não. Acione os manetes sinta se este modelo é ergonômico a ti.

O peso da moto – sinta o peso da moto, ok você não espera que ela seja leve como uma bicicleta. Incline devagar e levemente a moto e a segure com as coxas para perceber o peso e até onde ela poderá inclinar parada para que você possa voltar à posição vertical. Ademais quanto mais leve a moto for, maior costuma ser a facilidade de manobrá-la parada ou entre os automóveis no trânsito pesado. Se você senti-la muito pesada e gostar da moto terá que fazer maromba para garantir que possa com ela em todas as situações.

Mulheres e Motos - Como escolher seu scooter, motocicleta ou motoneta 2i6gqde

Outro detalhe importante é a facilidade de pô-lo sobre o cavalete central se houver. Se não houver, recomendo fortemente que verifiques se o modelo dispõe de cavalete como acessório para instalar porque este facilita bastante a vida do cidadão. Adianto-lhe que pegando o jeito qualquer adulto é capaz de colocar uma moto sobre o cavalete central seja lá quanto essa pese.

Até aqui discorri sobre os critérios básicos e essenciais para auxiliá-la ou auxiliá-lo. Outros  aspectos importantes a considerar para quem está começando nesse mundo ou tem pouca vivência em duas rodas são:

a – Será fácil de encontrar quem faça a manutenção e revisões do scooter ou moto? Porque de algumas marcas e modelos pouco conhecidos muitos mecânicos e oficinas fogem do serviço por saberem pouco ou nada a respeito.

b – Qual é a disponibilidade de peças de reposição no mercado para a marca e o modelo? Quanto menor for a disponibilidade das peças, costumam ser maiores os preços e as dificuldades para reparos.

c – Qual é o conceito da marca e modelo pelas referências que obtiveste em tuas pesquisas?

Note que existem marcas e modelos de pouca participação no mercado que surgem com preços convidativos. Os quais parecem literalmente uma galinha morta. Fuja dessa tentação, deixe essas motos para os motociclistas ninjas da mecânica, MacGyvers e aficcionados por desafios. Ainda que um destes seja teu marido.

Mulheres e Motos - Como escolher seu scooter, motocicleta ou motoneta 28ib0gn

Tudo bem que não existe uma pessoa igual a outra, cada qual com as próprias opiniões e capaz de fazer escolhas. Contudo existem escolhas que lhe trarão somente duas alegrias que são: quando se compra e quando se vende a motoca ou scooter.

No evento de que uma mulher me pedisse uma opinião sobre a primeira aquisição. Eu nesse meu mundo mental, nesta era pós-moderna olhando para as diferenças entre gêneros – biologicamente e cientificamente falando: homens e mulheres tá – se eu fosse do gênero feminino na minha ótica eu começaria com um scooter. Nada a ver que scooters sejam para mulheres e motos para homens. Tenho visto mulheres pilotando com naturalidade motos trail, utilitárias, scooters, nakeds e customs das grandes e pesadas com grande desenvoltura. Bem como muitos homens conduzindo scooters.

Eu penso o seguinte, dá para andar com aquela sandália maravilhosa numa moto sem estragá-la ou ao menos sujá-la facilmente? Não né.
Usar tênis de preferência somente todo preto para não sujar e encardir facilmente.

Ter de carregar teu capacete na mão ou prendê-lo na moto? Ou seria melhor  guardá-lo debaixo do banco de um scooter e fechar com chave? Seria mais prático, não seria?

Seria melhor estar com os pés protegidos sobre o assoalho ou plataforma e com uma proteção frontal que caracteriza os scooters? Ou passar sobre uma poça d’água e respingar no sapato, sandália, na calça ou vestido?

Precisar ficar lubrificando a corrente com óleo regularmente ou não precisar se preocupar com isso porque os scooters atuais não usam correntes de transmissão?
A propósito, eu publiquei um post sobre as vantagens dos scooters, clique aqui: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Você pretende entrar em curvas em altíssima velocidade quase que ralando a pedaleira no asfalto como os testosteronas adoram fazer para  auto afirmarem-se? Tu queres ir e vir sem correr riscos ou ser vida-louca sobre duas rodas?


Mulheres e Motos - Como escolher seu scooter, motocicleta ou motoneta Nq2wi

Respondas a ti mesma essas perguntas e faça tuas escolhas. Uma consideração final, não vá apenas pela opinião dos outros. Suba na moto ou sente no scooter e dê pelo menos uma volta no quarteirão. Essa é a hora da verdade, esse é o momento mágico da decisão. Leve um amigo ou amiga junto nessas ocasiões para alertá-la de algo que não observaste ou percebeste.

Se gostaste do modelo do scooter ou moto, mas não gostou de algo da unidade que pilotaste, experimente outra igual. Se não gostou do modelo parta para outra opção até encontrar o modelo que prefiras e que caiba no teu bolso. Você compraria um scooter ou moto sem andar nela? Eu não.

Desejo-lhe boa sorte. Havendo perguntas e ou dúvidas que possamos responder, não hesite em perguntar nesse mesmo post.

_______________________________________________
Como escolher uma motocicleta; minha primeira moto; meu primeiro scooter; qual moto comprar; mulher de moto; mulheres e scooters; motos custom; motos para mulher

_________________
   Ctrl-Alt-Del
Ctrl-Alt-Del
Ctrl-Alt-Del
Admin

Mensagens : 327
Data de inscrição : 15/12/2017
Localização : São Paulo, SP
Pontos : 580

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum