Óleos para Garfos (bengalas) de Suspensão de Motocicletas

Ir em baixo

Óleos para Garfos (bengalas) de Suspensão de Motocicletas

Mensagem por Ctrl-Alt-Del em Ter Jan 23, 2018 6:34 am

Existem perguntas e dúvidas frequentes sobre esse tema relacionado à suspensão dianteira de garfos telescópicos que são.

1. Quando devo trocar o óleo das bengalas?
A resposta para essa pergunta é dependente do seguinte:

- do modelo da tua motocicleta;

- das condições de uso e exigência a que o garfo da suspensão é submetido;

- do tempo de vida útil do óleo hidráulico o qual tem um limite seguro de uso antes de precisar ser substituído;

- da recomendação preconizada no manual do proprietário ou de serviços quando houver esta indicação nele; que é uma boa referência do intervalo de troca por distância percorrida.

O limite absoluto do intervalo de troca, não se trata da quilometragem percorrida, mas do tempo de uso do óleo dentro do sistema. Porque o óleo hidráulico tem um prazo máximo de validade em uso como qualquer outro óleo. Para óleos hidráulicos o limite seguro  de uso seria:

- Substituir o óleo dos garfos a cada 2 anos.

Independente da quilometragem percorrida seja o óleo convencional ou sintético. Portanto se transcorreu mais de dois anos que trocaste o óleo do garfo. Então já passou do tempo independente da quilometragem que a motocicleta percorreu. Principalmente após 15.000 km de uso, o óleo costuma ficar cada vez mais turvo e escuro.

Porque os óleos hidráulicos contém um pacote de aditivos que visam proteger as peças da suspensão contra a oxidação (ferrugem) e corrosão. E estabilizar e conservar as propriedades do próprio óleo. Além do básico que é reduzir o atrito entre os componentes evitando o desgaste prematuro do conjunto. Quando não se faz a substituição regular do óleo hidráulico da suspensão. Ele gradativamente perderá parte da eficiência e o desgaste do conjunto será acelerado.

Da mesma maneira que motores produzem fragmentos metálicos que ficam dispersos no óleo resultantes do atrito e desgaste natural. Ocorre o mesmo com as peças das bengalas, o óleo então acumula estes fragmentos que não deixam de ser um fator de desgaste por abrasão.

Nota:
Motocicletas que trafegam frequentemente em vias esburacadas, repletas de ondulações, em estradas de terra, ou exigidas em trilhas costumeiramente. Devem ter intervalos menores entre trocas de óleo do garfo de suspensão. E inspeção do comprimento das molas existentes dentro dos tubos das bengalas. Para verificação se estas estariam dentro do comprimento mínimo admissível.

Se no plano de manutenção que está no manual do proprietário da tua motocicleta. O quê, você não tem o manual para ler? Demorou, baixe ele agora mesmo para consultar, siga este link:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Caso no manual não exista nenhuma indicação clara sobre quando trocar o óleo do garfo. Como regra geral para motocicletas de uso urbano e independente de ser uma motocicleta de 50cc ou uma Yamaha VMX V-Max 1.679 cc, o intervalo de troca prudente seria:

- entre 8.000 e 24.000 km ou 2 anos, o que ocorrer primeiro.

A faixa do intervalo acima é larga por ser genérica. Porque, por exemplo, uma Crypton precisa de 59 ml de óleo hidráulico para cada lado. Uma Super Ténéré XTZ 750 precisa de 669 ml. Portanto, devido ao pequeno volume de óleo na Crypton. O óleo dela irá sofrer e degradar mais e com maior rapidez do que de um reservatório que seja  mais de dez vezes maior, como é da Ténéré 750.

Tanto é verdade que quando o óleo hidráulico fica velho dentro da bengala. Ele chega a cheirar mal por causa da degradação e perda das características. O próprio trabalho do garfo telescópico ao longo do tempo fará com que parte do óleo lentamente seja perdida. Com isso, a eficiência do sistema diminui.

Portanto, se você trocar o óleo hidráulico antes dele degradar. As chances de não precisar desmontar os garfos para trocar os retentores serão maiores. Além de garantir a plena eficiência desse sistema.

É importante esclarecer um ponto. O óleo hidráulico dentro do garfo telescópico não é em si um amortecedor ok? Esse óleo dentro do sistema funciona como um amortecedor da mola quando ela volta ao passar numa irregularidade do pavimento. Ocorre que quando se adiciona um volume maior de óleo que o recomendado para uma bengala, o curso da suspensão fica menor, o que a torna mais dura/rígida. Além de se correr o risco de estourar os retentores.

São as molas que absorvem as irregularidades e impactos e o sistema hidráulico amortece o retorno da mola. Então, quando a mola estiver fadigada (cansada); as chances da suspensão bater (chegar no final de curso) é maior porque ela já perdeu parte da força elástica dela.


2. Qual óleo usar nas bengalas? Qual é o óleo certo para usar no garfo telescópico da suspensão?!

Para todos os garfos de motocicletas Yamaha comercializadas oficialmente no Brasil. Isto é, não específicas para competições. A Yamaha recomenda óleo:  10W ou equivalente.

Como sou químico graduado, fui investigar esta recomendação que considerei algo que genérica para um óleo para garfos. A viscosidade de 10W se refere à medida de viscosidade pelo padrão SAE. Indo mais além, concluí que a escala SAE para classificação de viscosidade. De fato é imprecisa para medição da viscosidade de óleos para garfos de suspensão.

Atualmente todos os fabricantes de óleos para garfos têm especificações de fabricação para controle de viscosidade em cSt (centistokes). Porque pequenas diferenças de viscosidade entre produtos diferentes trazem mudanças sensíveis no comportamento da suspensão de garfos telescópicos.

A priori adotei como referência o padrão de viscosidade dos óleos para garfos da Motul das linhas, Expert e Factory Line. Os quais são aclamados (no Brasil) como sendo o que há de melhor para garfos. Estes óleos para garfos da Motul estão disponíveis nas viscosidades: very light 2.5W, light 5W, medium 10W, medium/heavy 15W e heavy 20W.

Pois bem, de acordo com os manuais de serviço da Yamaha Motor do Brasil a recomendação de viscosidade é 10W. Os óleos da Motul nada mais são do que óleos hidráulicos análogos ao tipo ATF. Facilmente encontrados no mercado por menos da metade do preço com equivalente qualidade e propriedades físico-químicas. O índice de viscosidade para óleos de garfos não é uma questão tão relevante quanto é para óleos de motores.

Portanto, há vários óleos hidráulicos fabricados no Brasil que são totalmente adequados para garfos de motocicletas, ao menos para Yamaha. O resultado da pesquisa está a seguir.



Óleos para garfos (bengalas) dianteiros adequados para motocicletas Yamaha

A Petrobras produz um óleo hidráulico de 1ª linha desenvolvido para garfos de motocicletas e que tem as principais propriedades físico-químicas dos óleos Motul 10W, para não dizer melhores. O fluido é esse aqui:

Lubrax ATF TA em embalagens de 500 ml e 1 litro para o varejo.

A viscosidade do Lubrax ATF TA é análoga a dos Motul Fork Oil(s) 10W. E possui os seguintes aditivos*:

- anticorrosivo,
- antidesgaste,
- antiespumante,
- antiferrugem,
- antioxidante,
- dispersante, abaixador do ponto de fluidez,
- melhorador do índice de viscosidade,
- corante vermelho.

* informações copiadas do folheto técnico do produto Lubrax ATF TA.

Ele nada mais é do que um óleo hidráulico ATF tipo A de boa qualidade. Também destinado a garfos de motocicletas, nas palavras da Petrobras. Alguns óleos de motor ainda que tivessem uma viscosidade adequada para condições de uso. Não seriam recomendáveis por não terem todos os aditivos adequados para garfos. Óleos para máquinas de costura não possuem os aditivos requeridos e poderem impactar na vida útil dos componentes da suspensão.

O Lubrax ATF TA não chega a ser difícil de encontrar nas embalagens de 1 ou ½ litro, mas não desista. Para você não ficar impaciente e aceitar a sugestão daquele vendedor dizendo:
- “óleo ATF não é para garfos, compre comigo Motul Fork Oil 10W Factory Line ou Expert, que é do bom amigão.”

Relaciono abaixo outras opções por ordem de proximidade com a viscosidade e outras propriedades físicas do Lubrax ATF TA:

2ª opção: Idemitsu Original Fork Oil  

3º opção: Texaco Texamatic ATF (TASA)

4ª opção: Ipiranga ATF Tipo A

5ª opção: Shell Spirax S1 ATF TASA

6ª opção: Ipiranga Moto Expert Garfo

7ª opção: Mobil Super Moto Fork Oil


Esta análise foi baseada nas propriedades físicas e descrições de cada produto, contidas nas respectivas folhas de produto dos fabricantes. Não me responsabilizo por eventuais alterações que os fabricantes possam realizar nos produtos deles; ou qualquer mudança na nomenclatura de produto que possa ocorrer. Adianto que para garfos não haveria grande vantagem em optar por óleos sintéticos ou semissintéticos para este tipo de aplicação.

O Yamalube Fork - 10 que é o fluido da Yamaha, sequer foi considerado. Porque parto do princípio que um produto que se propõe a atender o consumidor, deve por parte do fabricante ou fornecedor. Declarar as propriedades do produto e apresentar uma folha de produto com as informações concernentes as características e propriedades físico-químicas do produto.

Então é isso, doravante terás várias opções para comprar e trocar o óleo de garfos. Não aconselharia usares produtos de marcas pouco conhecidas. Tendo em vista que a qualidade destes varia bastante e o controle de viscosidade e dos aditivos nem sempre é conduzido com diligência.
_______________________________________________________
Óleo hidráulico ATF para bengalas, que óleo vai nas bengalas, Yamalube fork 10, oleo para bengala, que óleo usar nas bengalas


Última edição por Ctrl-Alt-Del em Sex Jun 08, 2018 2:01 am, editado 7 vez(es)

_________________
   Ctrl-Alt-Del
avatar
Ctrl-Alt-Del
Admin

Mensagens : 183
Data de inscrição : 15/12/2017
Localização : São Paulo, SP
Pontos : 370

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Óleos para Garfos (bengalas) de Suspensão de Motocicletas

Mensagem por Conrado em Qua Fev 07, 2018 12:34 pm

Obrigado pela dica deste artigo que sugeriste em outro post.

Troquei o óleo do garfo de minha Lander usando o óleo e volume que sugeriste. A suspensão ficou excelente.

Conrado

Mensagens : 12
Data de inscrição : 20/01/2018
Localização : Curitiba
Pontos : 16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Óleos para Garfos (bengalas) de Suspensão de Motocicletas

Mensagem por Admin em Sab Abr 14, 2018 9:21 pm

mais um otimo post ,Ctrl-Alt-Del
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 62
Data de inscrição : 14/12/2017
Pontos : 78

http://clubedosyamaheiros.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Óleos para Garfos (bengalas) de Suspensão de Motocicletas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum